Episódio 68 – O Exorcismo de Janet Moses

O makutu lifting que levou a morte de uma jovem e dividiu a opinião pública na Nova Zelândia

Últimos Episódios

darci-pierce-prison-mug

Natália, Monika e Renata são brasileiras que moram no exterior e descobriram um interesse comum em true crime, sobre o qual conversam de forma debochada (mas sempre com respeito) com direito a pitadas de militância aqui e ali. 

Novos episódios toda segunda-feira, no Spotify e Google Podcasts.

Hosts

Natália

Numa fria madrugada de maio, na periferia de São Paulo, fruto da irresponsabilidade de dois adolescentes, nascia uma pequena podcaster que iria combinar deboche com militância para tratar de absolutamente qualquer assunto. Delicada feita um coice de mula, mas mole feito um coração de mãe, Natália combina todas as qualidades que deixariam qualquer pessoa atordoada. Quem teve a ideia de dar um microfone a essa pessoa? Ela mesma, já que ninguém mais, em sã consciência, o faria…

Monika

Monika, a vovó idosa do podcast. Mãe de 1 ser humano, 2 gatinhas e mais ou menos 40 plantas. E um sueco que vai morrer de fome sem a minha assistência. Nascida na Noruega, crescida no Brasil e retornada à Noruega em 98. 

Rata de praia, observada frequentemente na praia de Larvik (tem praia aqui também sim), relembrando seus dias de glória na praia de Boa Viagem Recife.

 

Renata

A mistura do Brasil com a Irlanda, Renata saiu de São Paulo rumo à Dublin em 2018, levando consigo um marido, dois gatos, malas cheias de livros e a vontade de viver e contar muitas histórias. Apaixonada por psicologia, literatura, True Crime e seriados, acredita que Coca Zero deveria ser um grupo alimentar, e se orgulha de deter um grande repertório de cultura inútil, que recita em momentos  aleatórios e, por vezes, inapropriados. Você sabia que o Rei de Copas é o único rei sem bigode do baralho?

Loja da Pátria Amada

Sobre o Pátria Amada Criminal

Natália, Monika e Renata são brasileiras que moram no exterior e descobriram um interesse comum em true crime, sobre o qual conversam de forma debochada (mas sempre com respeito) com direito a pitadas de militância aqui e ali.